Início Nacional Hulk revela o que falhou nas negociações recentes com o FC Porto

Hulk revela o que falhou nas negociações recentes com o FC Porto

113
0

Hulk foi muito falado para um regresso ao FC Porto, no último mercado de transferências. O avançado brasileiro deixou bem marcada a sua passagem pelo Dragão e, aos 34 anos, o craque ainda foi considerado um reforço sonante para os azuis-e-brancos. No entanto, a transferência não se consumou e o craque vai brilhando ao serviço do Atlético Mineiro. Agora, o jogador explica o que falhou.

O FC Porto descobriu um jovem Hulk no campeonato japonês. Em 2008 contratou o jogador, que ficou quatro temporadas completas nos dragões, deixando o clube no início da temporada 2012/13 para o Zenit. Nesse tempo, fez 78 golos em 170 jogos, conquistando quatro campeonatos, três Taças, quatro Supertaças e uma Liga Europa, com a camisola do FC Porto.

Naturalmente, Hulk deixou saudades e todos estes anos depois, o jogador voltou a ser sondado, quando rescindiu com o Shanghai SIPG, da Liga chinesa. Em declarações ao jornal A Bola, Hulk conta que pensou nessa possibilidade de regressar novamente a um clube onde foi tão feliz.

“Falámos sim, claro! Fui conversando com o FC Porto até porque todo o mundo conhece o carinho, respeito e amor que tenho pelo clube e gratidão, mais que tudo. O FC Porto mora no meu coração, não esqueço a forma como fui recebido e como sempre fui tratado tanto na cidade como no país”, começou por explicar Hulk, antes de revelar por que não quis voltar ao Porto.

Hulk sente que cumpriu a sua missão no FC Porto e que agora seria hora de experimentar verdadeiramente o futebol no Brasil e, ao mesmo tempo, ficar mais perto da família, depois de tantos anos longe de casa.

“Conversámos mas penso que acabou por pesar o facto de eu querer voltar e jogar no Brasil passados 16 anos. Não tinha tido essa oportunidade na carreira, enquanto na minha passagem pelo FC Porto pude ganhar tudo em quatro anos realmente maravilhosos. Optei por ficar no Brasil para desfrutar do futebol brasileiro, estar mais perto da minha família. Se não fosse isso, tinha tudo certo para eu e o FC Porto fecharmos contrato. Estou longe mas ao mesmo tempo perto, sempre a torcer pelo sucesso do FC Porto e dos seus jogadores”, contou o jogador ao jornal A Bola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here