Início Nacional Queixa do Sporting deixa Estádio da Luz em risco de interdição

Queixa do Sporting deixa Estádio da Luz em risco de interdição

868
0

Recorde-se que tudo começou com uma queixa do Sporting em outubro de 2017, relativa à época 2016/17, sobre o alegado apoio dado pelos encarnados a claques não legalizadas. Na época o Conselho de Disciplina entendeu que “dos 13 jogos constantes da queixa leonina, seis tinham prescrito mas deduziu acusação nos outros sete e aplicou, em fevereiro de 2019, um castigo de quatro jogos de interdição da Luz (suspenso por recurso do Benfica para o TAD)”.

“Mais tarde, foi acrescentado um jogo de castigo, este no âmbito de um Benfica-Paços de Ferreira de 2017/18, também suspenso pelo recurso das águias. Além dos cinco jogos, foram aplicadas duas multas, num total de 34 428 euros”.

No passado dia 11 de Março, o Supremo Tribunal Administrativo (STA) deu provimento a um recurso da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a contestar as decisões, primeiro do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e depois do Tribunal Central Administrativo Sul (TCA), que tinham dado razão ao Benfica.

Assim, vai ser anulado o castigo de interdição do Estádio da Luz por cinco jogos que tinha sidoaplicado pelo Conselho de Disciplina da FPF, em dois processos diferentes, ambos sob o pretexto do apoio do clube a claques não legalizadas.

O Benfica afirma: “Quando, como é o caso, se está perante um dos maiores clubes do país, sujeito a uma cobertura noticiosa intensa e onde tudo o que lhe respeita goza de grande impacto junto do público, o desrespeito de normas tendentes à prevenção da violência no desporto terá ainda maior repercussão na imagem e bom nome das competições”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here