Início Nacional Atualizada situação clínica de Fernando Gomes, internado por um AVC

Atualizada situação clínica de Fernando Gomes, internado por um AVC

1635
0

Fernando Gomes foi internado na última sexta-feira, 7 de outubro, num hospital do Porto, após ter sofrido um AVC. O antigo futebolista, de 65 anos, está a lutar contra o cancro do pâncreas desde 2019 e sofreu agora mais um grave revés na sua saúde. No entanto, a recuperação está a correr bem, segundo as novas informações.

De acordo com a página ‘Vidas’, o Bibota de Ouro já não se encontra nos Cuidados Intensivos, o que prova que está a recuperar do seu problema de saúde.

Após ter sofrido um AVC, o agora dirigente do FC Porto está a ser muito acarinhado pelo universo futebolístico e não só. O antigo goleador português está a receber uma grande onda de solidariedade, o que também agradou muito à família, em mais uma luta difícil.

O FC Porto, clube que representou como jogador e onde é atualmente dirigente, dedicou-lhe a vitória contra o Portimonense, no sábado. “Dedicamos, eu e toda a equipa, esta vitória ao nosso amigo e grande campeão Fernando Gomes. Desejamos uma rápida recuperação, estamos todos à tua espera”, disse Pinto da Costa.

Fernando Gomes é um dos nomes maiores do futebol português e marcou 420 golos em 611 partidas. Pela seleção, fez 11 golos em 47 internacionalizações, mas foi entre FC Porto e Sporting que o avançado mais se destacou.

Conquistou, ao longo da carreira, 16 títulos por equipa, incluindo esse marco da Liga dos Campeões, Supertaça Europeia e Taça Intercontinental. Foi cinco vezes campeão nacional e ganhou três Taças e três Supertaças de Portugal.

A nível individual, conquistou duas Botas de Ouro, em 1983 e 1985, quando se consagrou o melhor marcador dos campeonatos europeus. Em Portugal, foi seis vezes o melhor marcador do campeonato português.

Fernando Gomes viveu treze épocas no plantel principal do FC Porto e teve essa estranha saída para o Sporting, onde jogou as duas últimas temporadas da carreira, de 1989 a 1991, ainda a tempo de fazer 38 golos de verde-e-branco. Apesar disso, voltaria ao FC Porto, onde tem estado a trabalhar como dirigente pelos últimos anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui