Famosos

Morreu Mário Gonçalves

Morreu esta quinta-feira, 29 de dezembro, Mário Pereira Gonçalves, o comendador que criou todo um legado na restauração. Faleceu, aos 83 anos, como se pode ler no comunicado da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), que lamenta a sua morte.

Não foram reveladas informações sobre a causa de morte de Mário Pereira Gonçalves, cujas cerimónias fúnebres estão já agendadas para esta sexta-feira. O velório tem lugar na capela de São João de Deus, na Praça de Londres, em Lisboa, enquanto o funeral será realizado a partir das 15 horas, na Igreja Matriz de Teixeira, em Arganil e, posteriormente, no cemitério de Teixeira.

Mário Pereira Gonçalves foi presidente da AHRESP e sócio-gerente da pastelaria Versailles. Nas redes sociais, a AHRESP presta homenagem ao comendador e apresenta os sentimentos á família, neste momento mais doloroso.

“A Restauração, a Gastronomia e o Turismo estão de luto

Faleceu hoje, quinta-feira, aos 83 anos, o Comendador Mário Pereira Gonçalves, deixando para trás um legado ímpar na defesa da restauração e do turismo.

Presidente da AHRESP durante quatro décadas, o empresário destacou-se pelo seu contributo no turismo nacional. Em 2000 recebeu o grau de Comendador pelas mãos do então Presidente da República, Jorge Sampaio. Em dezembro deste ano, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, atribuiu ao comendador Mário Pereira Gonçalves a Ordem Infante D. Henrique, que reconhece a prestação de serviços relevantes a Portugal, no país ou no estrangeiro, ou serviços na expansão da cultura portuguesa, da sua história e dos seus valores.

Nascido em 1939 na aldeia de Porto Castanheiro, concelho de Arganil, Mário Pereira Gonçalves começou cedo a trabalhar nos serviços florestais na sua terra natal. Aos 13 anos foi trabalhar para Lisboa num lugar de frutas e aos 15 inicia atividade na restauração, no setor de pastelaria. Com apenas 23 anos compra o seu primeiro estabelecimento, Brasil Bar, na Avenida de Roma, em Lisboa. Durante décadas foi sócio-gerente da pastelaria Versailles, casa de referência da cidade e um dos mais exuberantes projetos do setor que brotou e floresceu nas mãos de Mário Pereira Gonçalves.

Figura de excelência na restauração, gastronomia e turismo, venceu em 2020 o Prémio Carreira, atribuído pelo Prémio Nacional de Turismo. Em outubro deste ano recebeu do presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, a Medalha de Mérito Comercial.

O Comendador Mário Pereira Gonçalves foi também fundador do CFPSA – Centro de Formação para o Sector Alimentar, representando no respetivo conselho de administração, as associações empresariais protocoladas.

O velório tem lugar na Capela de São João de Deus, na Praça de Londres em Lisboa, a partir das 19 horas desta quinta-feira. O corpo parte amanhã às 10 horas para a Igreja Matriz de Teixeira, em Arganil. O funeral realiza-se às 15 horas no cemitério de Teixeira, em Arganil.

A AHRESP presta eterna homenagem e apresenta sentidas condolências à família”, pode ler-se no comunicado da AHRESP, no Facebook.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo