Início Internacional Menina morre após ser atacada por cães em festa

Menina morre após ser atacada por cães em festa

107
0

Mais um terrível acidente, com um ataque canino, dos denominados cães de raça perigosa. Tragédia que tirou a vida a uma adolescente britânica, de 14 anos, está a ser usada como forma de sensibilizar a todos e provocar mudanças na lei, que regulamenta a posse de algumas raças de cães.

No caso, Jade tinha 14 anos, quando foi atacada mortalmente por quatro cães , dois bull mastiffs e dois bull terriers, durante uma festa do pijama, na casa de um amigo.

Esta morte ocorreu em 2013, mas os pais de Jade não desistiram nunca e continuam a denunciar a situação, no sentido de conseguirem as “mudanças urgentes”, na lei sobre a posse de cães de raça perigosa.

“Perdemos Jade. Não podemos nos sentar e não fazer nada. Mas o governo está a fazer isso”, acusa o pai da adolescente, que acusa o governo britânico de não lhe dar ouvidos, apesar de já ter tentado várias reuniões, no sentido de criar esta sensibilização necessária.

De acordo com o jornal Mirror, o pai de Jade não está sozinho. Outros familiares de vítimas também clamam por uma regulamentação mais apertada, neste quesito dos cães de raça perigosa. Até porque têm aumentado os ataques por cães de raça perigosa, no país, que terá aumentado o triplo, nos últimos cinco anos.

O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, pelo seu porta-voz, admitiu que os números têm aumentado no país, mas que, antes de operar mudanças na legislação, o seu executivo pretende “rever os regulamentos dos criadores de cães e vendedores de animais de estimação”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui