Início Internacional Mulher não aceita fim do casamento e mata filho de ambos

Mulher não aceita fim do casamento e mata filho de ambos

100
0

Uma mulher está a ser julgada, depois de ter sido acusada de ser a responsável da morte do próprio filho, um menino de cinco anos. O pequeno Dylan foi encontrado já sem vida, em casa, no dia 31 de dezembro de 2022.

De acordo com as acusações, Claire Scanlon, a mãe do menino, de 38 anos, terá espancado o filho, antes de lhe ter administrado uma dosagem elevadíssimo de um antidepressivo. A criança morreu pela overdose do medicamento, que a mãe o terá obrigado.

A criança foi encontrada já sem vida, na cama dos pais, e com vários hematomas, sinais das agressões físicas. Em causa, a mulher terá matado o menino para se vingar do pai da criança, depois deste ter pedido o divórcio.

Em tribuna, a mulher está a negar as acusações e disse mesmo que o menino tomou os medicamentos, sem que ela percebesse. A dosagem encontrada no corpo da criança, na autópsia, era nove vezes superior ao necessário para matar um adulto.
O caso aconteceu em Oldham, na Inglaterra, e chegou agora a Tribunal, com Claire, a mãe do menino como principal suspeita por esta tragédia.

Após o suposto crime, Claire foi pedir ajuda a um tio, dizendo-lhe que Dylan não estava a respirar. Também telefonou ao pai do menino, a dizer-lhe que a criança estava inconsciente. Este contou também que Claire ficou “irritada e deprimida” com o final do casamento.

Após este ter seguido a sua vida com outra mulher, Claire enviou-lhe mensagens perturbadoras, nomeadamente uma mensagem e voz, em que dizia: “Eu juro que não o verás novamente [o filho]. Aproveita a tua vida”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui