Início Internacional Emigrante portuguesa morre esmagada no trabalho em França

Emigrante portuguesa morre esmagada no trabalho em França

137
0

Uma enorme tragédia numa exploração agrícola em França já está a ser investigada, com suspeita de um problema grave de falta de segurança no trabalho. Porém, só a investigação poderá responder se o que aconteceu foi um acidente, que poderia ou não ter sido evitado.

Cátia Frade, uma portuguesa de 35 anos, morreu na manhã de sexta-feira, 2 de junho, no início de mais uma jornada de trabalho. Esta emigrante portuguesa, natural de Mangualde, foi atropelada por um camião, enquanto este estava a fazer marcha-atrás.

A portuguesa foi esmagada pelo camião, enquanto estava a trabalhar. Cátia trabalhava na apanha de morangos, numa exploração agrícola em Liorac-sur-Louyre, na região de Nova Aquitânia, no sul da França. O acidente aconteceu ainda não eram nove horas da manhã e foi fatal para esta trabalhadora portuguesa, que deixa marido e três filhos menores, uma situação que foi prontamente lamentada pelo presidente da Câmara, Jean-Claude Monteil.

O marido de Cátia Frade estava em Portugal a viver e foi informado pelas autoridades francesas sobre a morte da esposa. Também já se sabe que foi aberta uma investigação, para se apurar todas as responsabilidades e para que se perceba o que aconteceu e se esta quinta seguia as regras de segurança no trabalho.

No Facebook, o marido mostrou a homenagem que foi feita na localidade, junto com os filhos do casal. “Meu amor Catia Nelson Frade amo te muito, jamais vou amar alguém, vou estar sempre sozinho mais os nossos filhos”, escreveu o marido de Cátia Frade, desolado com esta perda.

https://www.facebook.com/search/top?q=c%C3%A1tia%20frade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui